blog >>> Educação financeira

5 livros para você entender bem sobre educação financeira

por Redação Xpeed 06/01/2021

Virou o ano com o foco em querer saber o que der e vier sobre educação financeira?

Pensando nisso e em como isso pode te ajudar a realizar suas metas, conquistar seus sonhos e viver em prosperidade, a Xpeed chega com 5 dicas de livros sobre o tema.

Se você ainda não leu qualquer um deles, saiba que obras essas farão enxergar dinheiro e como lidar com ele de uma forma muito diferente do que estava acostumado.

E aí, ansioso e pronto para conhecer qual é essa lista seletiva de livros sobre educação financeira?

Então, vamos lá!

 

O investidor inteligente

Quem pretende se educar financeiramente e investir em mercados à especulação tem que ler esse livro.

Maior consultor de investimento do século XX, Benjamin Graham formula uma disciplina de investimento rigorosa em ações e títulos do governo.

A obra é focada na interpretação do conceito de “valor do investimento”, que possui um propósito muito importante.

Tal conceito foi construído de modo a proteger os investidores de erros cruciais dentro do mercado financeiro.

Além disso, os ensinou a desenvolver objetivo de longo prazo, fazendo com que essa obra se tornasse a ‘Bíblia do mercado de ações’ desde a primeira publicação, em 1949.

Para se ter ideia, entre os leitores mais famosos que recomendam o livro está o bilionário Warren Buffett.

Esse investidor tão renomado diz que os ensinamentos de Graham foram um dos pilares para seu sucesso financeiro.

Para ele ainda, a obra é, de longe, a melhor já escrita sobre investimentos.

Por isso, não é à toa que Benjamin Graham ensinou e inspirou pessoas de todo o mundo e assim continua.

 

Pai rico, pai pobre

Escrito por Robert T. Kiyosaki e Sharon Lechter, esse é um dos livros mais vendidos do segmento no mundo.

Nele, é contada a história do pai biológico do autor, um homem inteligente e honesto, e do pai de um grande amigo dele, que nunca concluiu o segundo grau.

E qual a disso importante, se estamos falando de educação financeira?

Mostrar as diferenças do pai biológico, que nunca atingiu a liberdade financeira, e do pai do amigo, que se tornou o homem mais rico de Havaí.

Esse último, então, foi o pai rico que repassou grandes ensinamentos para Kiyosaki sobre dinheiro e como lidar com esse meio usado para troca de bens.

O conteúdo inserido nela revelação que muitos problemas da vida cotidiana podem ser resolvidos com inteligência financeira, como:

  • Saber diferenciar um ativo financeiro de um passivo;
  • Ou como pagar menos impostos.

Além disso, repassa aos leitores uma visão crítica daquilo que estamos acostumados a ouvir quando o assunto é alcançar o sucesso.

Por exemplo, você certamente já disse alguém dizer ou você mesmo disse as seguintes frases:

  • “Estude muito para poder trabalhar em uma boa empresa”;
  • “Não tenho condições de comprar tal coisa”;
  • “Com o dinheiro que recebo do trabalho, compro um bom carro”.

Pois bem, Kiyosaki contesta essa visão do mundo convencional, fazendo o leitor refletir sobre o que pode ser feito de diferente para atingir a riqueza.

Dessa forma, ele examina esses pensamentos reformulares ultrapassados ​​e que nos deixam mais parados na vida.

Então, no lugar de estudar muito para trabalhar em uma boa empresa, deveríamos estudar muito para ter a própria empresa.

Em vez de pensar que não podemos comprar um determinado item, devemos pensar o que se pode fazer para comprar o que deseja, entende?

Assim, essa obra se faz importante para quem pretende colocar em prática os ensinamentos mencionados e construir um patrimônio sólido.

 

Os segredos da mente milionária

Harv Eker faz, principalmente, você refletir sobre o que ele chama de “o seu modelo de dinheiro”, também ponto fundamental da educação financeira.

Isso nada mais é do que um conjunto de crenças que cada um de nós desenvolvemos desde a infância e que molda o destino financeiro das pessoas.

Assim, no livro, o autor mostra como substituir uma mentalidade destrutiva pelos modos de agir e pensar que acabam distinguindo os ricos das outras pessoas.

Um dos focos da obra e simplificar o processo: por meio da redução de gastos, é possível investir mais para atingir os objetivos financeiros num menor período.

Além disso, ele também fala sobre como fazer com que o dinheiro trabalhe para você tanto quanto você trabalha para ele.

Mais especificamente, como vincular melhor os seus conhecimentos aos seus resultados em detrimento da quantidade de horas trabalhadas.

A obra é ótima para reformular o modelo de dinheiro que é autodestrutivo muitas vezes, para um que nos leva à independência financeira.

 

A cabeça do investidor

Ao contrário do que se pode imaginar, esse livro foi escrito por uma psicanalista e psicóloga econômica, e não por um especialista em finanças.

Vera Rita de Mello Ferreira é psicanalista e doutora em psicologia econômica.

Basicamente, na obra ela explica que uma maneira como lidamos com o nosso dinheiro é pautada pelo emocional, seja para o bem ou para o mal.

A autora apresenta, durante o livro, dados de pesquisas consolidadas, com uma linguagem de compreensão e um toque de humor que leva o leitor a refletir sobre o modo como ele trata a sua vida financeira.

Por isso, não espere encontrar nesse conteúdo recomendações técnicas sobre investimentos.

O foco é como a cabeça das pessoas que funcionam quando têm de tomar decisões sobre seu dinheiro e investi-lo, em especial, no mercado financeiro.

Inúmeros erros sistemáticos, que são equívocos recorrentes cometidos pela maioria das pessoas, em casos identificados foram identificados em pesquisas nas áreas de:

  • Psicologia econômica;
  • Economia comportamental;
  • Finanças comportamentais;
  • Neuroeconomia;
  • E realizada por psicanalistas.

Aliás, são esses os estudos que fornecem uma base para o livro, escrito num estilo descontraído e que ajuda muito no autoconhecimento para uma educação financeira melhor.

5 livros de educação financeira para impulsionar seu conhecimento

 

O homem mais rico da Babilônia

Nas mais de 150 páginas da obra, o autor, George S. Clason, recorre a exemplos da antiga civilização da Babilônia para recomendar sobre como gerar mais renda e solucionar complicações financeiras.

Baseando-se nos segredos de sucesso dos antigos babilônicos – habitantes da cidade mais rica e próspera do tempo dele -, Clason mostra soluções ao mesmo tempo sábias e muito atuais para:

  • Evitar a falta de dinheiro;
  • Como não desperdiçar recursos durante tempos de riqueza;
  • Buscar conhecimento e informação em vez de apenas lucro;
  • Assegurar uma renda para o futuro;
  • Manter a pontualidade no pagamento de dívidas.

Além disso, principalmente para o cultivo como próprio recurso, tornando-se cada vez mais habilidoso e consciente.

Dessa forma, o autor faz paralelos muito interessantes entre a riqueza desse povo e a forma como lidamos com as nossas finanças atualmente.

E a indicação vale ainda mais a pena se você gostar de história.

Com mais de 2 milhões de exemplares vendidos pelo mundo, a obra foi publicada no Brasil apenas em 2013, pela editora HarperCollins.

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email.