blog >>> Investimentos

O que são ações exponenciais e como investir nelas?

por Redação Xpeed 02/05/2022

No mundo dos investimentos, um dos principais desafios é encontrar papéis com alto potencial de retorno. É por isso que os investidores precisam sempre ficar de olho nas oportunidades. Afinal, são as ações exponenciais que podem gerar lucros incríveis, principalmente no longo prazo. Mas você sabe o que elas são?

Para facilitar o seu entendimento, separamos neste artigo todas as informações necessárias. Entenda quais são as principais características, veja alguns exemplos práticos, saiba como encontrá-las e como investir nesses ativos. Confira tudo isso a seguir. Aproveite o texto e boa leitura! 

O que são ações exponenciais?

As ações exponenciais são aquelas que, como o próprio nome diz, são capazes de multiplicar os seus valores, garantindo um retorno maior do que a média. Ou seja, elas podem entregar uma rentabilidade financeira significativa por meio do seu preço nas negociações da Bolsa de Valores.

Para isso acontecer, o mecanismo utilizado é o de oferta e procura, que norteia toda compra e venda no mercado de renda variável. Na maioria das vezes, as oportunidades aparecem quando os investidores, de forma geral, não estão olhando para aquele ativo no momento. Sendo assim, os preços costumam estar abaixo do valor de mercado. Porém, a mágica acontece quando os investidores passam a ter um interesse generalizado no ativo, aumentando a demanda e, consequentemente, o seu preço.  

Principais características das ações exponenciais?

Para que uma ação seja considerada exponencial, ela carrega algumas características importantes. É preciso ficar de olho em vários aspectos, de forma com que eles possam fazer com que o ativo passe a ser visto como exponencial. Vale ressaltar, porém, que não é uma receita de bolo. Tudo está atrelado ao valor — e aqui falamos de qualidade — que a própria empresa pode entregar em termos de resultados. 

Separamos a seguir algumas das principais características que as ações exponenciais carregam. Todas elas precisam casar com a sua estratégia de investimento. É importante lembrar, também, que elas não devem ser o foco de uma carteira. O ideal é que o papel seja complementar a outras ações mais estáveis, como as blue chips. Confira o que você deve levar em conta: 

Potencial de inovação

Uma das coisas que precisam ser levadas em conta é a mentalidade da empresa. Avalie como ela se comporta em um mercado cada vez mais competitivo. Aqui, vale dar uma olhada em seus diferenciais para com os concorrentes, além da sua mentalidade. Quais são as novidades que ela está implementando em seu segmento? Seus produtos possuem atratividade e são exclusivos? Como ele vai impactar, por meio dos seus serviços, os clientes no futuro? Essas são perguntas que você deve fazer e encontrar as respostas.

>>> Quando juntamos dinheiro, geralmente, é com algum objetivo em mente, certo? Mas se você guarda o que ganha sem buscar se alinhar a meta alguma, saiba que isso pode impactar a sua vida financeira no futuro. Por isso, a especialista em investimentos da Xpeed, Clara Sodré, mostra por que dois fatores (investimentos e metas) precisam estar conectados. Confira as dicas no vídeo a seguir: 

Setor de atuação

De nada adianta ser uma empresa que pensa fora da caixinha se o setor em que ela atua está saturado. Por isso, leve em conta o segmento da empresa. Há vários exemplos que podemos citar, mas um deles é o da Kodak, marca que ficou mundialmente conhecida por sua excelência no ramo de fotografias. Com o surgimento das máquinas digitais e o avanço dos smartphones, seu market share ficou comprometido, pois, a companhia não olhou para o futuro. Sem inovação, perdeu espaço para concorrentes e teve uma grande desvalorização, espelho de algumas decisões erradas da gestão. 

Visão de longo prazo

Mais do que encontrar potencial nas empresas, você deve se atentar ainda para sua estratégia de investimentos. As ações exponenciais vão conseguir dar resultados, especialmente, para quem pensa a longo prazo. Portanto, não se deixe levar por quedas abruptas. Se você tem confiança nos indicadores e no potencial da empresa, certamente ela dará os frutos esperados com o passar do tempo.

Dividendos não são prioridade

Uma vez que você está olhando para o crescimento de um papel, os dividendos passam a ser secundários. Isso porque, diferente de companhias já consolidadas, as empresas com potencial geralmente ainda têm muito a crescer. Ou seja, não estão ainda com maturidade e capital suficientes para oferecer isso aos acionistas. Há casos em que, mesmo com balanços negativos, os investidores enxergam um ótimo futuro para as empresas, como Nubank e Banco Inter. 

Como encontrar ações exponenciais?

Mostramos até aqui as principais características de uma ação exponencial. Agora, você precisa saber como encontrá-las. O primeiro passo é realizar uma análise fundamentalista da empresa. Com ela você encontra os principais indicadores de uma companhia. Além disso, fique de olho no valuation, pois essa informação mostra realmente se o papel está subvalorizado. Quanto mais dados levantar, mais firmeza terá em sua decisão.  

Exemplo de ações exponenciais

Para trazer tudo isso, na prática, separamos neste tópico alguns dos principais exemplos recentes de ações exponenciais na Bolsa de Valores brasileira. Confira:

PetroRio 

Uma das principais ações do segmento de petróleo viu os seus papéis crescerem significativamente a partir de 2015. Após uma série de mudanças realizadas pela gestão da companhia, as ações explodiram e acumularam uma alta de mais de 6.000% até o final de 2021. O ativo saiu de R$ 0,30 para mais de R$ 18. 

Magazine Luiza

Outro case de sucesso e muito comentado, especialmente entre quem está começando agora nos investimentos. A varejista, que passou por bons bocados na crise de 2013 a 2015, se modernizou e conquistou os investidores. Com foco na digitalização de seus negócios, valorizando – acredite! – mais de 70.000%. Para se ter uma ideia, quem aplicou R$ 1.000 naquela época e ficou sem vender os papéis, tinha em conta R$ 700.000.

Unipar

Pertencente ao setor químico, a Unipar teve um período complicado em meados de 2012 e soube se reinventar. Desde então, até o final de 2021 a companhia acumulava uma alta de mais de 5.000%. Isso é, em média, uma rentabilidade de 100% a cada ano desde então. 

Ferbrasa

A Ferbrasa, que é do segmento de siderurgia, foi uma das ações que mais evoluíram desde a implementação do plano real, em 1994. Ao longo do tempo, a empresa, assim como a varejista Magazine Luiza, valorizou o preço de seus papéis em mais de 700 vezes. 

Como investir em ações exponenciais?

Para investir nesses ativos, assim como em qualquer outro no mercado de renda variável, é preciso ter conta em uma corretora. Você terá, ainda, que transferir o dinheiro da sua conta no banco para lá e, então, fazer uma oferta para a compra dos ativos. Isso pode ser feito direto no home broker. 

Agora que você sabe um pouco mais sobre ações exponenciais, que tal investir em mais conhecimento? A Xpeed tem uma série de cursos para você aprender mais sobre investimentos. Sabe avaliar o valor de uma empresa? Não? Então você pode fazer a sua inscrição no curso “Valuation: Avaliação de Empresas e Ações”. Clique na imagem abaixo e garanta já a sua vaga!

Campanha de um curso online sobre "Valuation: Avaliação de Empresas e Ações" da Xpeed School.

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.