blog >>> Investimentos

Ações ordinárias e preferenciais: quais colocar na carteira?

por Redação Xpeed 25/11/2021

Já pensou em ser acionista de uma empresa, assim como 3,8 milhões de brasileiros? Segundo a B3, o total de investidores em renda variável cresceu 43% no primeiro semestre de 2021. Ou seja, cada vez mais pessoas se interessam pelo mercado acionário, razão pela qual preparamos um post para falar sobre as ações ordinárias e preferenciais. 

Em linhas gerais, muita gente sabe que uma ação é a menor porção do capital de uma companhia, certo? Contudo, os benefícios atrelados à compra desses papéis são bem diferentes uns dos outros. Alguns concedem o direito ao voto, outros distribuem os dividendos e daí em diante. 

Neste artigo, falaremos sobre as características das ações ordinárias e preferenciais para compor a carteira. 

O que são ações ordinárias e preferenciais?

A seguir, falaremos sobre os conceitos e as diferenças entre ações ordinárias e preferenciais. Dessa maneira, você poderá escolher aquelas que fazem mais sentido para a sua estratégia de investimento, lembrando de considerar o perfil de investidor.

Isso porque a aplicação na bolsa de valores não se restringe às pessoas com perfil arrojado ou agressivo. Quem é moderado e conservador, por exemplo, pode optar por uma exposição menor à renda variável, dependendo da estratégia de investimento. 

Ações ordinárias (ON)

As ações ordinárias são identificadas com o número três no ticker, como: USIM3, da Usiminas. Em linhas gerais, elas são visadas por quem quer influenciar as decisões da empresa. E, para entender como isso funciona, confira os prós e contras das ações ON.

Vantagens das ações ordinárias

  • Direito ao voto nas assembleias da companhia, conforme o volume de papéis de cada acionista. Por exemplo, pode-se participar da eleição do Conselho Deliberativo.
  • As ações ordinárias nominativas ficam vinculadas ao nome do investidor. Isso traz transparência ao processo, com base nas boas práticas de governança corporativa.
  • A cláusula de tag along protege acionistas em caso de troca no controle acionário. Se a empresa for vendida, o investidor recebe 80% do valor atualizado dos papéis.
  • Na eventualidade da liquidação da empresa, não é preciso arcar com as dívidas. Por outro lado, aqui também existe o lado negativo, sobre o qual falaremos a seguir.

Desvantagens das ações ordinárias

  • Se a empresa for à falência, há o grande risco de não receber seu dinheiro de volta. Logo, é vital estudar bastante para escolher ações de companhias sólidas.
  • Somente algumas ações preferenciais pagam dividendos. A prioridade é para quem tem ações preferenciais, que é o próximo item a ser abordado. Continue conosco!

Ações preferenciais (PN)

As ações preferenciais dão prioridade no recebimento de dividendos, mas isso acontece de muitas formas. Para identificar, o ticker da ação PN pode aparecer com o número quatro ou com outros números, dependendo da classe do ativo e do estatuto de cada empresa.

Veja alguns exemplos de códigos e, depois, acompanhe os prós e contras das ações preferenciais:

  • 4 (PN): são as ações PN mais comuns (ex.: PETR4, da Petrobras);
  • 5 (PNA): ações PN de classe A (ex. VALE5, da Vale);
  • 6 (PNB): ações PN de classe B (ex. BRSR6, do Banrisul);
  • 7 (PNC): ações PN de classe C (ex. MNBI7.SA, da Manabi);
  • 8 (PND): ações PN de classe D (ex. RIPC8L, da Riopec).

Vantagens das ações preferenciais

  • A preferência na distribuição de dividendos diminui o risco de liquidez. Se a empresa quebrar, o investidor terá prioridade para receber seu dinheiro de volta.
  • As ações PN nominativas ficam em nome do proprietário do título. Tais iniciativas de compliance mostram que a companhia está em conformidade com as leis.  
  • Os dividendos são pagos de muitas maneiras. Enquanto algumas empresas distribuem em dinheiro, outras optam por juros sobre o capital próprio (JCP). Em paralelo, há aquelas que fazem pagamentos one-time ou distribuem novas ações.

Desvantagens das ações preferenciais

  • Esses papéis não dão o direito ao voto nas decisões da empresa. E, se isso for relevante para você, a dica é buscar as ações units que falaremos logo mais.
  • Antes de pensar em viver de renda, é preciso formar uma reserva para emergências. Afinal, nem todas as empresas remuneram os acionistas em dinheiro.

>>> Descubra como se programar para viver de renda por meio dos dividendos

Ações units

Nas ações units, o investidor compra um pacote que tem ações preferenciais junto com ações ordinárias. Embora sejam ativos diferentes, eles são negociados como uma unidade – daí o nome units. 

Nesse caso, o código do ticker é de final 11, mas cada companhia tem sua própria divisão do pacote. Na TAEE11, por exemplo, a Taesa tem 1 ON + 2 PN. Já a ENGI11, da Energisa, tem 1 ON + 4 PN.

Quais as diferenças entre ações ordinárias e preferenciais?

Para complementar os conceitos abordados, veja um infográfico que compara as ações ordinárias e preferenciais:

ações ordinárias e preferenciais - comparativo

Fonte: Yubb 

Como saber se é melhor investir em ações preferenciais ou ordinárias?

Se você está em dúvida entre as ações PN ou ON, vale lembrar que é possível optar pelas units. Além disso, é essencial considerar os seus objetivos e o horizonte de investimento. 

Aliás, a Xpeed School tem a solução ideal para esse dilema. Com o curso “Aprenda a investir na bolsa de valores”, você terá os subsídios necessários para escolher bem as ações.

Aprenda a investir na bolsa de valores

14 exemplos de ações ordinárias e preferenciais

Selecionamos exemplos de ações ordinárias e preferenciais que se destacaram no mercado. Entretanto, é essencial ter em mente que o ganho passado não garante o ganho futuro, ok?

9 ações ordinárias que são visadas na bolsa

De acordo com a XP Investimentos, esses exemplos de ações ON estão entre as mais transacionadas:

  1. ABEV3, da Ambev
  2. B3SA3, da B3 (ex-Bovespa)
  3. BBAS3, do Banco do Brasil
  4. BRML3, do grupo brMalls
  5. EMBR3, da Embraer
  6. JBSS3, da JBS
  7. MGLU3, da Magazine Luiza
  8. PETR3, da da Petrobrás
  9. VALE3, da Vale

>>> Saiba mais sobre macroeconomia para ficar de olho nos movimentos do mercado 

5 ações preferenciais que mais pagam dividendos

O estudo da Economatica aponta que essas foram as ações PN que mais pagaram dividendos até agosto de 2021:

  1. UNIP6, da Unipar Carbocloro;
  2. TAEE11, da Taesa;
  3. CPLE6, da Copel;
  4. CPLE3, da Copel;
  5. JBSS3, da JBS.

Agora que você conhece as ações ordinárias e preferenciais, que tal dar o próximo passo rumo às suas conquistas? Para isso, dê o start na sua trilha Xpeed e descubra como realizar as suas metas mais rapidamente.

E, para saber o que te espera nessa jornada, confira um vídeo que esclarece dúvidas sobre as aplicações em renda variável:

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.