blog >>> Investimentos

Call e put: o que significa e TUDO sobre os tipos de opções

por Redação Xpeed 25/11/2021

As operações de call e put são bem populares no mercado de investimentos, mas muitas pessoas ainda podem ter dúvidas sobre como esses contratos funcionam.

Embora a Bolsa de Valores seja conhecida pelas ações, essas não são as únicas alternativas de investimentos para quem quer ter uma carteira com renda variável.

Nesse caso, existem as negociações de call e put, escolhas interessantes para investidores arrojados. No entanto, é importante saber como o mercado de opções funciona antes de começar a atuar nele.

Continue acompanhando a leitura para conhecer os principais detalhes dessas operações, e saber como comprar e vender esse tipo de contrato.

O que é call e put?

Call e put são duas operações realizadas no mercado acionário, dentro de um espaço conhecido como mercado de opçõesNele, também são negociadas ações das empresas.

No entanto, diferentemente dos papéis convencionais, o investidor não adquire uma fração direta da companhia, mas sim o dinheiro de comprar e vender suas ações.

Basicamente, o investidor negocia o direito de investir em uma empresa no futuro pelo mesmo preço de hoje.

Assim, podemos definir call e put como negociações que “congelam” os valores das ações até determinado período, quando o investidor pode decidir o que fará com seus papéis.

Conceito de call

Dentro do mercado de opções, call é a opção que permite ao investidor comprar uma ação pelo preço determinado no contrato no momento do acordo.

Por exemplo, se um investidor realizar uma call de uma ação por R$10,00, e, no futuro, ela estiver custando R$12,00, ele terá o direito de comprá-la pelo valor do contrato da call, no caso, R$10,00.

Conceito de put

Enquanto isso, o conceito de put dá ao proprietário a opção de vender uma ação pelo preço estipulado no momento do acordo.

Utilizando o mesmo exemplo, caso o investidor realize o put de uma ação por R$12,00, e, no futuro, seu preço de venda seja de R$10,00, ele terá o direito de vender seus papéis por R$12,00.

Além disso, é importante ressaltar que as operações de call e put não obrigam o investidor a finalizar a negociação.

Ou seja, ele tem a escolha de exercer ou não a sua opção até o final do prazo de vencimento do contrato.

Como comprar ou vender call?

Todas as negociações de um mercado de opções ocorrem na Bolsa de Valores, incluindo a compra ou venda de call. Veja como realizar cada movimento:

Compra de call

Ao adquirir uma call, ou seja, uma opção de compra, o investidor adquire o direito de comprar determinada ação pelo preço pré-estabelecido.

Nesse caso, ele ficará sabendo do valor do ativo-objeto e do prazo máximo de vencimento. Neste período, pode exercer o seu direito de compra da ação.

Contudo, a compra de call só é vantajosa se o preço do ativo estiver superior ao acordado. Caso contrário, a call não terá valor, pois o investidor estará pagando mais caro.

Venda de call

Enquanto isso, a venda de uma call deve ser feita observando a cotação do ativo-objeto.

Nesse caso, o investidor está abrindo mão do seu direito de comprar a ação, o que pode ser interessante se o preço estiver abaixo do praticado. Assim, ele se obriga a vender o ativo pelo preço do contrato.

Como comprar ou vender put?

A compra e venda de put também ocorre pelo mercado de opções, observando as movimentações do ativo-objeto negociado, seja para fins especulativos ou de rendimento.

Veja detalhes de cada operação:

Compra de put

A compra de uma put permite que o investidor tenha o direito de vender o ativo pelo preço estabelecido, desde que ocorra a negociação dentro do prazo.

Nesse caso, vale a pena comprar um direito de venda quando o valor está abaixo do praticado, pois haverá lucro na venda.

Também é uma opção para proteger o ativo contra quedas na Bolsa.

Venda de put

Por fim, o investidor que vende uma put abre mão do seu direito de vender o ativo com o preço estipulado.

Assim, ele se obriga a comprar o ativo pelo valor do contrato, o que pode ser interessante se o valor estiver superior ao exercício.

Em cenários de alta, a venda de put pode garantir maiores remunerações.

>>> No desafio Formação de Investidores, nossos especialistas revelaram O Segredo para Lucrar com o Mercado de Opções. Assista o vídeo abaixo para conferir!

Como diferenciar uma call de uma put?

Embora pareça um conceito complexo, é relativamente simples diferenciar as operações de call e put.

Ambas têm o objetivo principal de congelar o preço das ações dentro de um futuro próximo. No entanto, quando o direito é de comprar uma ação por um valor pré-estabelecido, trata-se de uma call.

Por outro lado, quando o investidor recebe o direito de vender uma ação pelo valor determinado, é uma put.

Além disso, as opções de call obrigam o investidor a pagar imediatamente o ativo, mas com o direito de comprá-lo por um valor fixo.

Da mesma forma, as opções de put obrigam o investidor a vender o ativo pelo valor do contrato, mas recebe imediatamente, independente da cotação.

Exemplo prático de put e call

Imagine que você comprou uma opção de call de determinada empresa, com o preço do ativo prefixado em R$10,00. 

Caso a ação se valorize e fique mais cara para compra, a R$15,00, como você já tem a opção de call, ainda consegue adquirir o ativo por R$10,00.

Agora, imagine que, durante a alta, você adquiriu uma opção de put pelo valor de R$15,00.

Se houver uma desvalorização de novo, e o ativo passar a custar R$10,00, você ainda conseguirá vendê-lo por R$15,00.

Em ambos os casos, o ativo recebe um “seguro” contra altas ou baixas do preço, dependendo do que é mais vantajoso para o investidor no momento.

Quando investir em opções put?

Agora, para operar corretamente com call e put, é importante saber quando optar por cada alternativa.

O objetivo de opções put é garantir que a venda de uma ação não sofra com a desvalorização da cotação.

Nesse caso, é interessante considerar a compra de um put quando o ativo está em alta, e a venda quando estiver em queda.

Quando investir em opções call?

Da mesma forma, uma opção de call se torna interessante quando existe a chance de uma súbita valorização do ativo.

Assim, o investidor poderá comprá-la pelo preço determinado, e não mais caro.

Se o mercado indicar uma desvalorização para abaixo do contrato, vale a pena investir na venda da call, para evitar prejuízos.

Quais os principais erros dos novatos no mercado de opções?

Mesmo depois de entender o conceito de call e put, muitos iniciantes cometem erros na hora de operar nesse mercado.

Veja alguns dos principais:

Não conhecer o mercado

O erro mais comum de investidores iniciantes é não entender, de fato, como funcionam as operações de compra e venda. Nesse caso, sem saber como especular corretamente, acabam sendo surpreendidos no futuro.

Não saber quando parar

Além disso, investidores com pouca experiência no mercado de call e put podem não saber avaliar corretamente os riscos.

Com isso, continuam negociando, sem saber quando dar um stop e deixar o contrato estático.

Isso ocorre especialmente em negociações com valores muito altos, que acabam tendo uma volatilidade maior, e, com isso, riscos mais elevados.

Utilizam muita alavancagem

Ainda, é comum que novatos se arrisquem com opções alavancadas, por conta da possibilidade de rentabilidade mais atrativa.

No entanto, acabam comprando mais ativos do que o indicado, sem a certeza do mercado. Nesse caso, aumentam as chances de prejuízos e comprometimento da carteira.

Onde investir em put e call?

Embora pareça complexo, as operações de call e put são mais simples do que se imagina, e podem ser uma alternativa interessante para os investidores.

Profissionais mais experientes podem ter lucros ao especular corretamente o mercado, além de utilizar esse recurso para proteger os ativos e ter uma maior rentabilidade.

Para começar a investir em put e call, é importante contar com uma corretora de confiança, com acesso à Bolsa de Valores e credibilidade para oferecer negociações seguras.

>>> A XP Inc. é a maior especialista em investimentos do Brasil. Abra sua conta agora mesmo. É grátis!

Depois de escolher a sua corretora, basta começar a negociar, e se atentar para os erros mais comuns de iniciantes. 

Para ajudar você a aprimorar seus conhecimentos e aprender a investir corretamente em call e put, a Xpeed School desenvolveu um curso completo sobre o Mercado de Opções. Clique no banner abaixo e garanta sua vaga!

Campanha de um curso online sobre "In The Money: Como começar a lucrar com Opções" da Xpeed School.

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.