blog >>> Investimentos

Start na bolsa: como funciona o mercado fracionário de ações?

por Redação Xpeed 25/11/2021

Está pensando em dar o start na renda variável, mas quer começar aos poucos? Então, chegou a hora de descobrir como funciona o mercado fracionário de ações. Assim, você poderá estrear na bolsa de valores, sem precisar investir muito logo no começo.

E, se você busca informações para aplicar recursos com segurança, saiba que está no caminho certo. Por meio do conhecimento, muitos brasileiros estão superando os bloqueios para operar no mercado de capitais de forma assertiva.

Não por acaso, a B3 atingiu a marca de quatro milhões de contas de pessoas físicas que aplicam na Bolsa. E o melhor: segundo o InfoMoney, “a carteira dos investidores tem ficado mais diversificada”.

Justamente por isso, preparamos um post para explicar como funciona o mercado fracionário de ações. Siga conosco para conhecer essa estratégia!

O que é e como funciona o mercado fracionário de ações?

Já foi o tempo em que o investimento em renda variável era destinado a quem tinha rios de dinheiro. Hoje, os brasileiros fazem seus aportes iniciais com cerca de R$ 352, sabia disso?

Nessa linha de democratizar o acesso aos investimentos, é vital descobrir como funciona o mercado fracionário de ações. Afinal, a ação fracionada é uma opção viável para quem não tem muito dinheiro disponível ou quer testar essa modalidade para entender a dinâmica. 

Mas o que é o mercado fracionário de ações?

Mercado fracionário de ações é um ambiente em que os papéis podem ser negociados sem a exigência do lote mínimo. Ou seja, é possível começar seu investimento adquirindo apenas uma fração do lote padrão de 100 ações.

Para ter mais detalhes, a dica é assistir ao vídeo da professora da Xpeed School, Clara Sodré, sobre o mercado fracionário.

Qual é a diferença entre mercado fracionário e mercado de ações?

Como já mencionamos, o mercado fracionário permite a compra de frações de um ativo, como: 5, 30 e até 99 ações. Já no mercado de ações, os lotes passam para 100, 300, 500 ações e assim por diante. 

Em outras palavras, a primeira opção é muito mais acessível em comparação ao mercado integral (ou mercado à vista).

Quais as vantagens das ações fracionadas?

De modo geral, as ações fracionadas costumam ser vantajosas para três situações:

  • dar o start na renda variável, mesmo se ainda tiver pouco capital inicial;
  • diversificar a carteira, transitando entre as diferentes classes de ativos;
  • começar a investir na Bolsa para, futuramente, comprar um lote padrão.

Se você se enxerga em uma dessas situações, continue a leitura para saber como funciona o mercado fracionário de ações. Assim, você poderá decidir se essa estratégia faz sentido para as suas metas de curto, médio e longo prazo.

Aliás, nosso canal tem um vídeo que fala desse alinhamento das aplicações com os objetivos de vida:

Passo a passo: saiba como funciona o mercado fracionário de ações

Além de saber como funciona o mercado fracionário de ações, chegou o momento de operar nesse segmento. A seguir, listamos três passos práticos para colocar essa estratégia em prática, começando hoje mesmo.

1. Abra sua conta em uma corretora de valores

Em geral, boa parte das pessoas acredita que o primeiro passo é abrir a conta na Bolsa de Valores. Entretanto, essa conta deve ser aberta na corretora de sua preferência ou em um banco. 

Digamos que você optou pelas corretoras de valores, que costumam ter retornos mais atrativos. Nesse caso, seguem algumas opções para a abertura de conta, a critério do investidor:

Vale lembrar que, nos três casos, é preciso fazer o teste de suitability para conhecer o  seu perfil do investidor. Dessa maneira, será mais fácil compreender o seu apetite aos riscos, a fim de montar uma carteira compatível com seus objetivos e interesses. 

A propósito, a compra de ações fracionadas é um jeito conservador de começar na renda variável. Mas essa estratégia também pode ser adotada por perfis que são mais moderados e arrojados, à medida que eles conhecem melhor o funcionamento da B3. 

Falando nisso, aproveite para fazer o download gratuito do nosso e-book: “Guia da Bolsa para Investidores”!

Imagem da campanha de um livro digital gratuito com o tema "Guia da bolsa para Investidores" da Xpeed School.

2. Transfira recursos para a conta da corretora

Esse processo é simples, já que o dinheiro sai da conta no banco para a da corretora, assim como em outras transações. Para isso, não se esqueça de conferir os dados de destino dos seus recursos antes de efetivar a transferência, ok?  

Além disso, você poderá consultar o saldo disponível e a posição dos ativos no app da corretora, o Home Broker. E, quando decidir fazer uma compra, seja no mercado fracionário ou integral, basta conferir o preço das aplicações e, então, prosseguir para o último passo.

3.  Envie a ordem de compra com o “F” do mercado fracionário

Basicamente, a ordem de compra é uma forma de especificar o produto financeiro que você está adquirindo. Logo, se a sua ideia é comprar um lote menor do que o padrão de 100 ações, é necessário adicionar um “F” no ticker, que diz respeito ao mercado fracionário.

Em seguida, selecione o total de ações que você quer adquirir, até o limite de 99 ações do lote fracionado. E mais: não deixe de conferir a identificação do ticker (com o F no final), por exemplo:

  • MGLU3F, da Magazine Luiza
  • USIM3F, da Usiminas
  • SANB11F, do Santander
  • VALE3F, da Vale
  • LREN3F, das Lojas Renner
  • PETR4F, da Petrobras

Após a conferência dos dados (preço, quantidade, ticker etc.), é só finalizar a transação direto no Home Broker. Tudo simples e funcional. Depois dessa, acabaram-se as desculpas para deixar de investir na renda variável, não é mesmo? 

Brincadeiras à parte, queremos ir além de mostrar como funciona o mercado fracionário de ações. Afinal, nosso propósito é te aproximar das suas conquistas, ampliando os conhecimentos sobre o universo dos investimentos.

Para começar com o pé direito, a dica de ouro é fazer o curso online: “Aprenda a investir na bolsa de valores”! Vamos lá? 

Aprenda a investir na bolsa de valores

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.