blog >>> Investimentos

Como funciona a taxa Selic na poupança: entre altos e baixos

por Redação Xpeed 03/11/2021

Em algum momento, você já ouviu falar que os juros estão muito altos ou muito baixos no país todo? Com isso em mente, preparamos um post para explicar como funciona a taxa Selic na poupança, com destaque para o impacto no bolso dos brasileiros.  

Apesar de ainda ser popular, vale lembrar que a poupança não é um investimento em vias de fato. Desde 1861, essa caderneta é usada como uma forma de guardar dinheiro, mas muitas outras formas – e mais rentáveis – surgiram e a poupança se tornou, para os investidores, algo do passado.

Por sinal, é preciso ter em mente que o ato de poupar é diferente de investir. Logo, antes de mostrar como funciona a taxa Selic na poupança, vamos falar dos investimentos em si. Para tal, confira um vídeo que traz quatro passos para sair da poupança e investir em renda fixa.

Na teoria, como funciona a taxa Selic na poupança?

Para explicar como funciona a taxa Selic na poupança, vamos começar com a taxa básica de juros. A seguir, listamos algumas questões que ajudam a entender os impactos no dia a dia, principalmente para se proteger dos efeitos da inflação.

O que é a taxa Selic? 

De acordo com o Banco Central (Bacen): 

“A Selic é a taxa básica de juros da economia. É o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. Ela influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras.”

A propósito, a sigla Selic se traduz como Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, sabia disso?

Como a taxa Selic é definida? E por quem?

A cada 45 dias, o Comitê de Política Monetária (Copom) determina a nova meta da taxa Selic. Para o Bacen, essa definição tem a finalidade de “assegurar a estabilidade dos preços” no país.

Como descobrir quanto está a Selic hoje?

O site do Banco Central divulga o histórico da taxa básica de juros, com destaque para a taxa Selic em vigor. Nessa tabela, é possível acompanhar as metas definidas em cada reunião do Copom, bem como o período de vigência. 

Como funciona a taxa Selic na poupança - BC

O que a poupança tem a ver com a Selic?

A poupança está indexada à taxa básica de juros. E, para conhecer os efeitos da taxa Selic em diferentes ativos, veja um infográfico do Bacen:

Como funciona a taxa Selic na poupança - Bacen

Aliás, saiba que a poupança não é sua única alternativa. E aqui vai um exemplo: se a ideia é começar a reserva financeira, você pode se interessar pelo Tesouro Direto. Além disso, outras opções são o CDB (Certificado de Depósito Bancário) de curto prazo e o Fundo DI.

Para facilitar, temos um vídeo que mostra como formar sua reserva de emergência, sem crise.

Qual o impacto da Selic no bolso dos brasileiros?

Aqui, vale a pena retomar alguns pontos que já abordamos para contextualizar o impacto no nosso bolso. Vamos lá?

Resumindo…

Como funciona a taxa Selic na poupança - o que é

No fim das contas, se a Selic aumenta ou diminui muito, isso afeta toda a economia nacional. E isso vale tanto para os investimentos, quanto para os empréstimos e financiamentos.

Em um cenário de altas taxas, quem vai contratar um empréstimo pagará mais juros. Por outro lado, o cenário é inversamente proporcional para quem faz um investimento. Contudo, é vital escolher bem os ativos financeiros para obter a melhor relação entre risco e retorno.   

E isso nos leva ao próximo tópico, em que traremos exemplos práticos dessa variação dos juros. Continue com a gente para conferir a performance da poupança em diferentes cenários econômicos, na ponta do lápis! 

Na prática, como funciona a taxa Selic na poupança?

Até aqui, temos um panorama de como funciona a taxa Selic na poupança, certo? Agora, vamos consolidar as informações com dois exemplos práticos sobre o impacto desses juros. 

Por falar nisso, lembre-se de que a poupança já teve retorno real negativo, tendo perdido para a inflação por 12 meses consecutivos. Com base no levantamento da consultoria Economática, a matéria do InfoMoney diz o seguinte:

“As fortes pressões inflacionárias acompanhadas de um ambiente em que as taxas de juros seguem baixas estão ajudando a corroer cada vez mais o poder de compra de quem aplica na poupança”.

Sem mais delongas, vamos aos exemplos que facilitam o entendimento das variações da Selic. Nesse caso, comparamos o impacto da taxa básica de juros na poupança, em relação aos outros ativos financeiros, ok?

Juros de 5,25% a.a.: Poupança x Fundo DI x Tesouro Direto x

Segundo o UOL, uma aplicação de R$ 1.000 teria o seguinte rendimento líquido (com a Selic em 5,25% ao ano):

  • Poupança: R$ 36,80
  • Fundo DI: R$ 43,10
  • Tesouro Selic: R$ 43,31

Nesse cálculo, foi descontado o Imposto de Renda, assim como a taxa de administração de 0,5% no Fundo DI. A propósito, a matéria foi publicada em agosto de 2021, mas só neste ano, a Selic já mudou bastante. Por isso, acompanhe o próximo exemplo para entender melhor.

Selic a 2,75% a.a.: Poupança x CDB x Fundos x Tesouro Direto

Já a simulação da CNN, feita em março de 2021, tem um cenário bem diferente do anterior. Nessa época, a Selic estava em 2,75%, que foi “o primeiro aumento em seis anos”. Sim, isso mesmo: historicamente, a taxa básica de juros estava em queda livre, mas isso mudou.

Portanto, veja o retorno da aplicação de R$ 1.000 (com a Selic em 2,75% a.a.), em diferentes ativos e prazos:

Como funciona a taxa Selic na poupança - CNN

Bônus: como ir além da poupança?

Agora que você sabe como funciona a taxa Selic na poupança, fica a questão: será que essa é a opção ideal? Pois saiba que você pode sim investir dinheiro com segurança, apostando no poder do conhecimento para transitar entre diferentes classes de ativos. 

E, se você quer ir além de simplesmente saber como funciona a taxa Selic na poupança, conte conosco. Aqui na Xpeed School, temos um amplo leque de conteúdos que te ajudam nisso, começando com o curso: “Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco”. 

Imagem da campanha de um curso online sobre "Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco" da Xpeed School.

Vamos começar essa jornada? E, depois de aprender sobre a renda fixa, você ainda pode se surpreender com a renda variável!

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.