blog >>> Investimentos

Investir em LCI vale a pena? Confira as vantagens e desvantagens

por Redação 27/04/2022

Você já se perguntou se investir em LCI vale a pena? Essa costuma ser uma dúvida bem comum, especialmente porque essa aplicação apresenta vantagens bem interessantes, mas também desvantagens.

Quais seriam esses prós e contras? O que levar em consideração para saber se LCI ainda é um bom investimento? Tudo isso será abordado no decorrer deste texto. Boa leitura!

Antes de tudo, o que é LCI?

Antes de analisar se investir em LCI vale a pena, é importante saber o que é isso. Bem, essa é uma sigla para Letra de Crédito Imobiliário. “Mas o que é isso, exatamente?”, você pode se perguntar.

Esse tipo de investimento funciona da seguinte maneira: o investidor faz uma espécie de empréstimo para uma instituição financeira que dá suporte para que empresas do setor imobiliário possam funcionar. Em troca, ele recebe o dinheiro acrescido de juros.

Ou seja, ele é uma maneira encontrada pelos bancos e companhias para manter o mercado imobiliário crescendo de maneira constante. Interessante, não?

Neste vídeo, da Xpeed School, você pode conhecer mais sobre a LCI e ainda aprender sobre LCA. Aperta o play!

Vantagens e desvantagens de investir em LCI

Vantagens 

Confira a seguir algumas das vantagens em investir em LCIs:

  • são aplicações seguras, pois são cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Isso significa que em caso de calote por instituição financeira, o investidor poderá reaver o investimento, desde que valor são seja superior a R$ 250 mil;
  • têm boas possibilidades de rendimento, a taxa de juros em títulos prefixados podem ser de 5% a 7% ao ano, enquanto que no modelo pós-fixado o cálculo costuma ser feito pela taxa do CDI e no híbrido parte do valor é fixo e parte é atrelado à inflação;
  • são isentas do Imposto de Renda (IR);
  • podem ser previsíveis. Ao escolher a remuneração como prefixada, já é possível saber o exato valor a ser recebido no final do prazo;
  • não possuem taxas de administração;
  • é bem fácil de investir e não é necessário fazer um acompanhamento diário dos rendimentos.

Desvantagens

Claro que nem tudo são flores e também existem algumas desvantagens em investir nas LCIs. É bastante importante estar cientes delas para avaliar se essa é realmente a melhor opção para você.

Dito isso, as principais desvantagens desse tipo de investimento são:

  • o aporte mínimo costuma ser um pouco mais alto que as outras opções de renda fixa, o valor inicial de aplicação costuma ser a partir de R$ 1.000,00;
  • o prazo para receber o rendimento costuma ser de médio a alto, ele não pode ser menor que dois meses, mas não há limite máximo, inclusive, a maioria costuma ficar entre três meses e cinco anos;
  • tem liquidez inferior a outras aplicações em rendas fixa. Ou seja, não é tão fácil resgatar o dinheiro antes do prazo final previsto em contrato e pode até ocorrer a cobrança de multa ao tentar fazer isso;
  • depende da situação do mercado imobiliário, se ele está aquecido, as oportunidades de retorno podem ser melhores;
  • risco de crédito, mas esse só é válido para investimentos superiores a R$ 250 mil, que é o limite da cobertura do FGC.

Como saber se a LCI é um bom investimento para você?

Você viu as vantagens e desvantagens da LCI, mas como saber se isso é uma opção de investimento?

A verdade é que não existe uma resposta direta para esse questionamento. Isso porque existe uma série de fatores que irão ditar se investir em LCI vale a pena ou não. Nós trouxemos alguns dos mais importantes para você considerar antes de investir em LCIs. São eles:

  • LCI são indicadas à investidores com perfis conservador e moderado;
  • é um rendimento para quem pensa em lucros a médio ou longo prazo;
  • é para quem procura uma opção de renda fixa;
  • proporciona segurança nas aplicações;
  • é boa oportunidade para diversificar a carteira de investimentos.

Ao analisar todas essas questões, é possível descobrir se é vantajoso investir nesse mercado.

Afinal, investir em LCI vale a pena?

De maneira geral, as LCIs são um bom tipo de investimento por serem seguros e rentáveis.

No entanto, a resposta depende muito da realidade e dos objetivos do investidor. Afinal, cada caso é diferente.

O primeiro ponto, como citamos anteriormente, é o perfil, que tende a ser mais conservador. Outra questão é que esse é um tipo de investimento para quem pensa em fazer o dinheiro render a médio ou longo prazo.

Por fim, as isenções de taxas também devem ser colocadas na balança.

Portanto, se você se encaixa nas características que citamos e procura um investimento de médio ou longo prazo e se preocupa sobre as isenções, então sim, as LCIs valem a pena para a sua realidade.

Contudo, se você procura fazer o seu dinheiro render mais rápido, talvez seja melhor procurar outras opções.

Nesses casos, uma alternativa é investir em renda variável, como ações, que são uma pequena parcela do capital de uma empresa e Fundos imobiliários (FIIS), grupos formados por vários investidores que aplicam dinheiro em investimentos no mercado imobiliário.

Os dois oferecem possibilidades de uma rentabilidade maior e em menos tempo. Isso acontece porque são influenciados pela volatilidade do mercado, que é uma estatística utilizada para analisar a frequência e a intensidade das oscilações dos preços dos ativos durante um período.

Essa variação pode fazer com que os valores subam acima da média ou caiam, aumentando os riscos das operações. Por esse motivo, a renda variável se encaixa melhor nos perfis agressivo e moderado, que estão naturalmente mais abertos a lidar com a oscilação.

Por exemplo, os preços das ações da Embraer SA aumentaram cerca de 13%, apenas entre os meses de setembro e outubro de 2021. Porém, essa característica acaba refletindo na segurança, uma vez que, ao contrário das LCIs, não há garantias de que esse investimento oferecerá retorno.

Como começar a investir em LCI?

Após analisar tudo o que trouxemos neste artigo, você decidiu que LCI é um bom investimento para você, mas ainda não sabe como começar?

Pode ficar calmo. O processo é bem simples e nós separamos todos os passos para você a seguir!

  1. Abrir uma conta em uma corretora de valores;
  2. Transferir o dinheiro a ser investido via TED;
  3. Acessar a plataforma e buscar pela opção no campo de renda fixa;
  4. Fazer uma simulação do rendimento, quando disponível;
  5. Verificar todas as informações disponíveis, como prazo e aporte mínimo;
  6. Comprar a LCI.

Bem fácil, não é mesmo?

E aí, após descobrir se investir em LCI vale a pena para você, que tal dar uma olhada no curso Renda fixa: Ganhos com Baixo Risco, da nossa Escola de Investimento? Nele você aprenderá sobre as Letras de Crédito Imobiliário e várias outras aplicações de renda fixa. Ou seja, receberá dicas valiosas para começar a fazer o seu dinheiro render!Imagem da campanha de um curso online sobre "Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco" da Xpeed School.

Redação

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.