blog >>> Investimentos

IPCA: o que é, como é calculado e para que serve?

por Redação Xpeed 16/08/2021

Se você conhece nada ou, ao menos, um pouco do IPCA, prepare-se para entender muito mais sobre esse assunto agora, aqui, no blog da Xpeed.

Para começo de conversa, podemos falar que o IPCA está ligado à inflação.

Pois bem, você nunca levou um susto ao se deparar com a alta no preço de algum produto no mercado de um mês para o outro?

Seja o preço do arroz, do combustível ou do uniforme escolar das crianças, sofre variações que nem sempre acompanham o quanto estamos recebendo de salário, por exemplo.

“Por que falamos disso?”

Exatamente porque essas variações, entre muitas outras, são medidas por índices como o IPCA.

Atente-se ao que aprofundaremos a seguir…

 

O que é IPCA

O IPCA é um dos índices de inflação mais tradicionais e importantes do Brasil.

Calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o indicador tem o objetivo de medir a variação dos preços de um conjunto de produtos e serviços vendidos no varejo e consumidos pelas famílias brasileiras.

Além disso, é considerado o índice oficial de inflação no Brasil praticamente desde a criação em 1979.

A propósito, o significado da sigla é Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

Por buscar abranger 90% das pessoas que vivem nas áreas urbanas no país, possui o acréscimo da palavra “Amplo” no nome.

E o resultado da variação medida indica se, na média, os preços aumentaram, diminuíram ou permaneceram estáveis de um mês para o mês seguinte.

 

Como é calculado

Todo mês, o IBGE o que as famílias com rendimento mensal de 1 a 40 salários mínimos – qualquer que seja a sua fonte de renda – consomem.

Para chegar ao índice de inflação, são coletados os preços entre os dias 1º e 30 de cada mês em:

  • Lojas e estabelecimentos de prestação de serviços;
  • Concessionárias de serviços públicos (como água ou energia elétrica);
  • Internet.

A cesta de produtos e serviços pesquisados mensalmente envolve desde arroz e feijão até consulta médica, mensalidade escolar, aparelhos eletrônicos e atividades de lazer.

Nesse cálculo, cada produto ou serviço tem um peso maior ou menor de acordo com a presença deles na cesta de consumo média da população.

Assim, os itens relacionados à alimentação e água costumam ter um peso maior por serem amplamente usados, quando comparados à comunicação ou vestuário, por exemplo.

Além disso, é importante lembrar que as regiões do Brasil têm um peso diferente na composição do IPCA.

Os dados são coletados nas regiões metropolitanas de 16 capitais, mas cada uma tem uma representatividade específica no cálculo.

Como o que determina essa diferença é a renda média das famílias, lugares em que o rendimento é maior pesam mais no IPCA.

 

Para que é usado o IPCA

A importância do IPCA está, basicamente, em fazer parte de uma importante estratégia da política monetária no Brasil – sendo o indicador de referência para o sistema de metas de inflação, criado em 1999.

Desse modo, o país se compromete a adotar estratégias para conseguir manter a inflação dentro de uma faixa fixada periodicamente pelo CMN (Conselho Monetário Nacional.

Para fazer cumprir a meta de inflação, o Bacen (Banco Central) tem como principal ferramenta a taxa de juros: Selic.

Por isso, a própria Selic – juros básicos da economia brasileira – costuma ser aumentada quando os preços começam a subir de maneira vertiginosa.

Vale destacar que taxas mais altas tendem a encarecer o crédito e frear o consumo.

Agora, quando os preços estão controlados, o Bacen tem mais liberdade para reduzir os juros e estimular a economia.

Caso medidas como essas não sejam suficientes e o IPCA encerra o ano em um patamar acima do previsto no sistema de metas, o presidente do Banco Central tem de se explicar ao ministro da Fazenda.

Nesse caso, precisa indicar que ações serão adotadas para que a inflação volte para a faixa de tolerância e em quanto tempo.

Por último, deixaremos 2 indicações de conteúdo referente ao IPCA (inflação) já publicados aqui no blog, olha só:

  1. Clique aqui para saber como o IPCA impacta suas finanças e investimentos;
  2. Clique aqui para saber como usar investimentos que protegem da inflação.

Botão Quero Aprender sobre Macroeconomia para Investidores

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.