blog >>> Educação financeira

O papel do autoconhecimento nas finanças

por Redação Xpeed 30/12/2020

E aí, você se autoconhece ou até mesmo entende a função do autoconhecimento na sua vida?

Bom, este período é um bom momento para conhecer a si mesmo melhor, não?

É tempo de virada de ano e, geralmente, temos oportunidades de colocar uma série de novos hábitos e atividades em prática.

Então, se você ainda não investiu muito bem no autoconhecimento e, principalmente, no autoconhecimento financeiro, leia este texto até o fim e melhore sua situação atual.

Para isso, estruturamos este conteúdo da seguinte forma:

  • O que é autoconhecimento financeiro;
  • Por que o autoconhecimento financeiro é importante;
  • Como desenvolver seu autoconhecimento financeiro.

 

O que é autoconhecimento financeiro

Sempre pensando nos iniciantes no tema, começamos pelo alinhamento do que o assunto em si se trata.

Então, vamos lá.

Para os mais superficiais, autoconhecimento é apenas o conhecimento de si mesmo e nada mais.

Isso porque não é feita uma reflexão em cima disso para se descobrir de maneira mais efetiva e profunda.

Mas se formos um pouco mais a fundo, entendemos que esse conhecimento de si mesmo envolve conhecer nossas próprias características, sentimentos, inclinações, interesses e muito mais.

Dentro disso, o autoconhecimento consiste nessa nossa busca por investigar a si mesmo.

Assim, envolve o uso da autoconsciência e o desenvolvimento da autoimagem que, quando colocado em prática com frequência, faz com que você tenha mais controle sobre suas emoções e atitudes, por exemplo.

 

Por que o autoconhecimento financeiro é importante

Bom, se o conceito deste termo envolve nós entendermos melhor quem somos e como agimos, por que isso não seria importante?

Por exemplo, com a compreensão profunda de quem você é, é possível descobrir suas qualidades, capacidades e pontos a serem melhorados que talvez nem estejam tão visíveis para você.

Além disso, desenvolver o autoconhecimento permite encontrar oportunidades para se desenvolver constantemente e viver melhor ao lado das pessoas próximas a você.

Dessa forma, já dá para ter ideia de que o autoconhecimento envolve tanto o aspecto pessoal quanto profissional.

Você pode melhorá-lo dentro do esporte, nos seus hobbies e, acredite ou não, no ponto financeiro.

Quem não gostaria de se conhecer melhor e como se comporta de fato quando o assunto é dinheiro para saber lidar bem com isso?

 

Como desenvolver o seu autoconhecimento financeiro

Reflita sobre sua relação com o dinheiro

A Xpeed preparou justamente este post para te fazer refletir sobre seu contato com as finanças.

E como primeiro ponto para te ajudar a melhorar sua condição financeira, te convidamos a refletir sobre sua relação com o dinheiro.

Por que isso?

Exatamente porque muita gente enxerga o próprio dinheiro como um problema, como algo que devemos nos livrar.

Mas aí você pensa: “por que alguém gostaria de se livrar de algo que nos ajuda a ter o que desejamos?”.

Exatamente, mas acontece…

Por motivos já explicados aqui no blog algumas vezes, nem todo mundo tem uma experiência positiva com o dinheiro.

Para muitas pessoas, pensar ou falar em finanças quer dizer relembrar e revivenciar momentos ruins.

Infelizmente, para elas acaba sendo sinônimo apenas de contas para pagar, brigas entre casais, dívidas e mais.

Por isso, analise como é sua relação com o dinheiro hoje e:

  • Ressignifique-o;
  • Mude sua visão;
  • Busque os seus sonhos.

Mas pode deixar que a Xpeed não te deixará sozinho nessa.

O texto continua para te ajudar melhor nessa jornada de aprendizado próprio.

Como desenvolver o seu autoconhecimento financeiro

 

Use a força de vontade para focar em seus objetivos

Quem nunca quis começar algo, começou, mas no fim deixou para lá?

Isso provavelmente já deve te acontecido com todo mundo, então temos noção de quando fazemos uma atividade sem força vontade as chances de dar certo são menores.

Dessa forma, se você quer melhorar e prosperar financeiramente, invista muita vontade nisso.

Só o fato de você estar lendo este texto até aqui é uma pequena demonstração de dedicação e determinação.

Portanto, siga neste caminho e persista.

Uma dica especial para não diminuir sua força de vontade é não se comparar com os outros.

Muitas vezes, fazemos isso e acabamos por reduzir nosso ritmo até parar de praticar algo.

Isso é pior quando acaba acontecendo envolvendo um grande sonho nosso.

Diante disso, comece seu autoconhecimento financeiro, foque em você e vá em frente!

 

Entenda a importância das emoções nas suas decisões financeiras

Não parece tão óbvio assim, mas praticamente todas as nossas decisões são emocionais.

O que isso quer dizer?

Isso significa que grande parte do que decidimos são feitos baseados na emoção e não na razão, como muitos de nós gostariam de acreditar.

Para entender melhor a importância das emoções no nosso processo de decisão, todos os nossos pensamentos são carregados de emoções.

Diante dessa informação, nos resta admitir o tamanho da nossa parte emocional e buscar o equilíbrio entre razão e emoção.

Então, para isso, invista no que é conhecido como ‘inteligência emocional’, principalmente, por meio da:

  • Autocrítica;
  • Reflexão;
  • Empatia.

 

Defina seus maiores sonhos e coloque-os no papel

Quando enxergamos um grande objetivo pela frente que é de grande desejo nosso, fica muito mais fácil correr atrás dele, não?

E em muitos desses casos não só fica mais fácil ir em busca deles, bem como de conquistá-los.

Por isso, o esforço para definir quais são os nossos sonhos é muito importante como primeiro passo bem mais próximo da realização deles.

Porém, apenas estabelecer essa grande meta não é o suficiente, é preciso ir além.

Então:

  • Transforme o seu sonho em projeto;
  • Estabeleça metas para o projeto;
  • Determine hábitos para alcançar seu sonho.

E aí, já definiu seu sonho?

Portanto, é melhor começar a pensar nisso, certo?

O poder do autoconhecimento financeiro

 

Crie um passo a passo para tornar seus sonhos realidade

Esse “passo a passo” pode ser interpretado exatamente como um planejamento e não pode faltar nesse processo.

Pegando como exemplo de um grande sonho uma viagem, que é um dos mais comuns entre nós, é importante considerar na hora de planejar:

  • Estudo do custo da viagem;
  • Análise do roteiro de viagem.

Muitas pessoas pensam em custos só quando está no local de destino, mas é bom lembrar que os gastos com a viagem começam desde onde saímos.

Por exemplo, fazer uma revisão no automóvel e colocar combustível são duas atividades que já começam no local de partida.

Dessa forma, considere no custo de viagem fatores como:

  • Revisão do automóvel e combustível;
  • Pedágios;
  • Alimentação;
  • Hospedagem;
  • Lazer.

E não esqueça de separar uma boa reserva emergência para o caso de imprevistos durante a viagem.

Afinal, nem sempre conseguimos prever tudo o que vai acontecer, mesmo planejando algo com detalhes.

 

Gostou deste conteúdo e deseja por mais do tipo?

Pois saiba que a Xpeed justamente falando disso com bem mais aprofundamento e exemplos.

Então, clique aqui para conhecer o curso “O Poder do Autoconhecimento Financeiro”.

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email.