blog >>> Investimentos

O que são fundos de investimento imobiliário? Conheça os prós e contras desses ativos

por Redação 27/10/2021

Você sabe o que são fundos de investimento imobiliário (FIIs)? Esses ativos fazem um enorme sucesso entre o público brasileiro por unir a tradição dos investimentos em imóveis com a transparência, dinamismo e credibilidade da Bolsa de Valores.

Para se ter uma ideia, o Brasil já ultrapassou a incrível marca de 2 milhões de cotistas de FIIs durante o mês de setembro de 2021, o que assinala um aumento de 57,2% em relação ao ano anterior, segundo dados da B3.

Ou seja , há cada vez mais pessoas interessadas em diversificar seus aportes para além da renda fixa e curiosa com os ativos de renda variável

Logo, tornou-se comum ouvir questionamentos sobre como investir em fundos imobiliários e os meios de aplicá-los nessa modalidade.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo especial para te explicar como funciona essa categoria  de investimento, sua rentabilidade média e por que ela vale a pena. Continue a leitura até o fim para entender melhor.

O que são fundos de investimento imobiliário?

Apesar de ter surgido no Brasil em 1993, os FIIs já fazem sucesso em países como os Estados Unidos desde a década de 60. Por exemplo, durante esses 60 anos de funcionamento, os REITs (Real Estate Investment Trust, como é chamada a modalidade na terra do Tio Sam) já contam com 144 milhões de cotistas, segundo dados do Federal Reserve.

Como mostramos na introdução, essa “moda” se alastrou pelo Brasil e veio para ficar. Mas, afinal, o que são fundos de investimento imobiliário?

O FII é um fundo de investimento cuja fiscalização e regularização é feita pelo Conselho de Valores Mobiliários (CVM). Nessa modalidade de ativos, o dinheiro que os cotistas aportam nos títulos são direcionados para:

  • imóveis de diversos segmentos, como shoppings, lages, prédios comerciais e residenciais, galpões logísticos, entre outros;
  • títulos de renda fixa, em especial, papéis com lastro em imóveis (LCI, CRI e recebíveis imobiliários);
  • cotas de outros fundos imobiliários, privilegiando o rendimento auferido na diversificação de segmentos no portfólio.

Assim, quando o investidor adquire uma cota do fundo, ele automaticamente torna-se cotista daquele ativo e passa a ter direito sobre rendimentos e dividendos periódicos.

Quer saber mais sobre FIIs? Confira também o vídeo abaixo do canal Investimento às Claras:

Como investir em fundos imobiliários?

Mas como investir em fundos imobiliários? Para adquirir cotas de FIIs, basta que o interessado tenha uma conta em uma corretora, que são as instituições responsáveis pela intermediação entre o investidor e os ativos listados na B3.

Feito isso, basta estudar direitinho quais os melhores fundos imobiliários para você e fazer uma ordem de compra por meio do Home Broker, a plataforma disponibiliza pelas corretores para que o investidor possa operar seus ativos..

As cotas geralmente são extremamente acessíveis e custam uma média de R$ 100. Para se ter uma ideia, há fundos bem populares, como o MXRF11, que oferecem um investimento mínimo de apenas R$ 10.

Como ganhar dinheiro com fundo imobiliário?

Em geral, a maioria dos FIIs investem em imóveis para ter lucros sobre a renda de inquilinos. Nesse sentido, altas taxas de vacância em imóveis geridos por um fundo X pode afetar na rentabilidade do investidor. 

Por isso é fundamental acompanhar os relatórios de gestão ou as análises dos ativos periodicamente!

Entre outro fatores que rendem lucro ao fundo, podemos destacar:

  • compra e venda de imóveis já prontos;
  • construção de novos empreendimentos;
  • negociação de ativos de renda fixa ou de outros FIIs, etc.

Portanto, é por meio da receita de negociações, aluguéis e juros que esses fundos conseguem seus lucros, aumentam a rentabilidade do título e fazem pagamentos periódicos (geralmente mensais) de dividendos para seus cotistas.

A média nacional desses proventos distribuídos todos os meses é de 0,6% por cota. Entretanto, é comum vermos ativos que oferecem mais de 1%.

banner curso tudo sobre educação financeira

Quais são os tipos de fundos de investimento imobiliário?

Agora que você entendeu o que são fundos de investimento imobiliário e está pronto para comprar suas cotas, vale apenas explicar quais são as três modalidades existentes. 

Assim, você não só entende o funcionamento, as formas de lucro e características gerais de cada fundo, como também descobre a melhor maneira de diversificar e proteger sua carteira. Vamos a eles:

  • Fundo de tijolo: patrimônio é majoritariamente investido em imóveis físicos. 
  • Fundo de papel: portfólio majoritariamente diversificado em títulos de recebíveis imobiliários, como CRI, LCI e LGI. 
  • Fundo de fundos (FOF): Do inglês fund of fund, tem o patrimônio majoritariamente em cotas de outros FIIs.

Vale a pena investir em fundos imobiliários?

Por que os fundos imobiliários atraem tantos investidores? Dentre os principais benefícios da modalidade, podemos enumerar:

  • isenção de imposto de renda;
  • alta liquidez;
  • baixa volatilidade quando comparado com ações;
  • rendimentos superiores aos da renda fixa;
  • pagamento periódicos de ótimas taxas de dividendos;
  • forma prática e flexível de investir no setor imobiliário sem precisar recorrer a grandes aportes ou adquirir imóveis de forma direta;
  • regulação que permite transparência e demonstração de performance semestralmente;

Portanto, diante dessas vantagens, vale a pena investir em FIIs?

A resposta é sim, especialmente quando você compreende de forma aprofundada o que são fundos de investimento imobiliário e tem uma estratégia sólida correspondente aos seus objetivos e perfil de investidor

Dessa maneira, é possível reduzir os fatores de risco da renda variável e revertê-los em bons retornos financeiros. Não por acaso, os investidores enxergam o FIIs como um meio termo que alia o bom índice de rendimentos com e uma volatilidade mais baixa comparada a das ações.

Gostou do conteúdo? Entendeu direitinho o que são fundos de investimento imobiliário?

Conhecer novas modalidades de ativos, sejam de renda fixa ou variável, pode parecer um desafio a princípio, mas quando o conhecimento e a disciplina caminham lado a lado, a liberdade e a organização financeira podem ser acessíveis para todos. 

Nesse sentido, a Escola de Investimentos da Xpeed pode te ajudar a entender a dinâmica do mercado financeiro, assim como identificar oportunidades e riscos para que você desbrave esse mundo com os melhores analistas do mercado.

Bons investimentos!

Redação

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.