blog >>> Planejamento

Planejamento financeiro: o que é, importância e como fazer?

por Redação Xpeed 11/12/2020

Com 2020 chegando ao fim, planejamento financeiro é uma das principais atividades a serem feitas visando o começo de 2021, momento que vem como oportunidade para novos sonhos serem alcançados.

Pensando nisso, a Xpeed já se adiantou um pouco para mostrar a você o papel importante que um planejamento financeiro bem executado pode fazer na sua vida.

Então, prepare-se para entender melhor neste texto:

  • O que é planejamento financeiro;
  • Por que é importante fazer um planejamento financeiro;
  • Como fazer um planejamento financeiro.

 

O que é planejamento financeiro

Geralmente, começamos pela definição do que vamos abordar para dar uma ideia melhor àqueles que ainda não estão tão familiarizados com o assunto.

Por isso, vejamos primeiro do que se trata exatamente o planejamento financeiro.

Planejamento financeiro nada mais é do que um conjunto de medidas estudadas que ajudam na organização financeira pessoal ou empresarial, dependendo do caso.

Uma das intenções digamos que seja justamente definir uma estratégia para a tomada de decisões a partir da utilização de ferramentas de controle, por exemplo.

Para, dessa forma, facilitar a realização dos objetivos, com segurança e tranquilidade, levando em consideração o perfil e característica de cada pessoa ou empresa.

Porém, ne nada adianta traçar uma estratégia que seja seguida por apenas uma semana ou um mês.

É preciso fazer dessa atividade um hábito, para que possa durar muitos anos e até décadas.

É de olho no longo prazo e na aposentadoria que deve se concentrar o planejamento financeiro.

Mas tudo começa com uma boa análise da situação atual, passando pelos caminhos necessários para o sucesso e independência financeira.

O que é planejamento financeiro

 

Por que é importante fazer um planejamento financeiro

Neste ponto, é necessário mostrar a dimensão que o tal planejamento financeiro pode desempenhar na sua vida.

Pois, embora muita gente já possa saber o que é planejamento financeiro, ainda prevalecem muitas dúvidas acerca da importância e como fazê-lo no Brasil.

Para se ter ideia, entre 144 países avaliados pela S&P Ratings Services Global Financial Literacy Survey (Pesquisa Global de Educação Financeira da divisão de ratings e pesquisas da Standard & Poor’s) realizada em 2015, o Brasil ficou apenas com a 81ª posição quando o assunto é educação financeira.

Esse é um exemplo que reforça que o planejamento financeiro pode servir como uma ferramenta poderosa para atingir metas pessoais, sejam elas de curto, médio ou longo prazo, como:

Já que ele serve para organizar as ações de modo a alcançar metas financeiras, assim, pode ser utilizado também para:

  • Quitar dívidas;
  • Pagar as contas em dia;
  • Até multiplicar seu patrimônio.

Infelizmente, tudo isso ainda parece uma realidade distante, pois, no Brasil, não há praticamente desenvolvida a cultura da valorização da educação financeira.

As famílias e a população como um todo pouco falam sobre dinheiro e, nas escolas, também não se encontram, por exemplo, projetos de peso desenvolvidos por profissionais gabaritados para tratar do assunto “dinheiro” com propriedade.

Por conta de tudo isso e com as dificuldades de um país em desenvolvimento, o planejamento financeiro se torna fundamental em todas as famílias.

 

Como fazer um planejamento financeiro

Apesar do cenário crítico, a solução pode ser mais simples do que parece.

Porque, por exemplo, não há segredo para se ter uma situação financeira sob controle.

Na verdade, para isso, basta observar com muita cautela quanto você ganha e quanto e como gasta seu dinheiro.

E a partir daí, pensar e montar um planejamento financeiro coerente e equilibrado.

Somando isso a um pouco de foco e disciplina, será possível desenhar as melhores estratégias alcançar as metas definidas.

Para ficar mais evidente a estrutura que pode ser seguida dentro de um planejamento financeiro, observe os passos abaixo.

5 passos para fazer um planejamento financeiro

Organize suas contas pessoais

Organização é algo essencial para quem pretende desenvolver qualquer atividade, e isso não é diferente com o planejamento e controle financeiro.

A boa notícia, aliás, fica por conta de existirem diversas formas de organizar as suas contas pessoais, bastando apenas começar.

Um controle financeiro pessoal simples, por exemplo, já pode ser suficiente para garantir ótimos resultados.

Mas para isso, é melhor se aproveitar de alguma ferramenta ou recurso que facilite esse processo.

E essa parte é pauta para a etapa seguinte que discutiremos aqui.

 

Use uma planilha de gastos

Para os mais amantes do estilo tradicional, uma caderneta é o bastante para começar a colocar os valores de receitas e despesas.

Porém, o mais comum é grande parte das pessoas preferirem utilizar ferramentas mais modernas para se organizar.

Uma planilha de controle financeiro dentro de um Excel, por exemplo, é uma alternativa que costuma funcionar muito bem.

E fazer o controle financeiro com o Excel acaba sendo algo relativamente simples, pois não é necessário conhecimento avançado para utilizar esse recurso.

Aliás, existem muitos modelos de planilhas, com algumas oferecendo gráficos que facilitam a visualização da evolução dos gastos e receitas.

E você pode criar sua própria planilha facilmente, utilizando os diversos exemplos espalhados pela internet.

Lembre-se apenas que é fundamental, ao elaborar o planejamento financeiro, que as despesas e receitas estejam muito bem detalhadas e classificadas.

Então, evite itens na sua planilha nomeados como “Outros” e “Diversos”.

Afinal, não adianta gastar e não saber para onde foi o dinheiro, certo?

Um detalhe importante e não muito discutido é não classificar cartão de crédito como um grupo de gastos, mas, sim, uma forma de pagamento.

Portanto, ao efetuar o pagamento de supermercado com ele, o valor dessa despesa deverá ser alocado nos gastos de “supermercado” e não em “cartão de crédito”, ok?

Além disso, há ainda opções como o aplicativo Fliper , plataforma desenvolvida para facilitar justamente seu controle financeiro e otimizar seu tempo.

Acaba sendo um ótimo caminho também, já que muita gente utiliza e está frequentemente com os celulares em suas mãos.

Então, nas lojas de aplicativos para smartphones, é possível encontrar facilmente diversas opções, gratuitas e pagas, que te ajudam a organizar suas finanças, criando uma planilha detalhada dos seus gastos.

 

Aprenda a lidar com o dinheiro

Falar sobre dinheiro sempre foi um desafio para boa parte das famílias, ainda mais no Brasil.

Veja neste post do blog Xpeed por que conversar sobre dinheiro é tabu no país.

Por isso, ao abordar o dinheiro sob o ponto de vista do planejamento financeiro, é mais simples caminhar rumo a formação de pessoas que vão valorizar a importância do dinheiro para construção de liberdade e qualidade de vida.

 

Defina seus objetivos e projetos financeiros

É importante que exista um objetivo para o dinheiro: o motivo bem explícito funciona como um motivador adicional para você poupar e investir melhor o que consegue guardar.

Aliás, já até discutimos essas metas num post anterior do blog.

Então, defina seus objetivos como de curto, médio e longo prazos.

A partir daí, faça projeções de quanto vai precisar de dinheiro para realizar cada um deles.

Dependendo do tempo (maior ou menor) e do seu perfil de investidor, você deverá escolher investimentos diferentes, como:

  • Mais ou menos arriscados;
  • E/ou com maior ou menor potencial de retorno.

 

Ajuste os seus hábitos

A mudança ou ajuste nos hábitos é mais um ponto muito importante para quem busca a educação financeira como um estilo de vida.

E essa transformação começa ao abandonar o consumo simplesmente por status, por exemplo.

Mas há outros tópicos a serem ajustados também, como:

  • Economizar seu dinheiro periodicamente;
  • Monitorar suas finanças;
  • Viver de acordo com sua condição financeira;
  • Aprender a investir;

 

Economizar seu dinheiro periodicamente

Se educar financeiramente de modo constante abre portas para se ter, geralmente, um ótimo planejamento financeiro e construir patrimônio, por exemplo.

A economia periódica é essencial, já que o planejamento financeiro só funciona quando constantemente revisto e aprimorado.

Portanto, economize e invista sempre, pois isso facilita seu caminho para a independência financeira.

E para saber como está sendo a caminhada, separe um período do ano para fazer a revisão de seu planejamento.

Um ótimo ponto de atenção é investir e economizar até quando tudo parece estar indo bem demais, pois são nesses momentos que mais saímos fora da linha.

 

Monitorar suas finanças

Como já comentado, o planejamento financeiro pode e deve ser revisitado durante todo o percurso.

Logo, assim como se deve manter atento quanto aos seus ganhos, também é acompanhar o andamento dos seus investimentos.

Dependendo do tipo de aplicação, pode ser necessário, por exemplo, rever a estratégia e, assim, um novo caminho.

 

Viver de acordo com sua condição financeira

Parte do que envolve disciplina, tão necessária para o sucesso do seu planejamento financeiro, vem do entendimento de você viver de acordo com a sua condição financeira.

Gastar com supérfluos e objetos de luxo pode ser tentador em alguns momentos, mas daqui a algum tempo, você pode ou até tende a se arrepender do que foi aquele prazer momentâneo.

Por isso, valorize sua saúde financeira no longo prazo e faça escolhas inteligentes diante de uma boa análise de cenários.

 

Aprender a investir

Fazer render bem seu dinheiro investindo é possível, mas antes é necessária uma estratégia elaborada e consciente.

Geralmente, o bom investidor sabe o que quer, se mantém atualizado e frequentemente busca novas oportunidades de conseguir mais conhecimento.

Para se ter ideia, mesmo o Brasil em períodos de crise, se mantém cheio de oportunidades para quem quer investir e enriquecer.

Outro ponto que vale ser lembrado é escolher as estratégias de investimentos baseadas em seu perfil de investidor.

Isso porque para fugir de prejuízos e fazer escolhas mais assertivas, é importante saber que você precisa encontrar opções que se adequem ao seu perfil de investidor.

Seja estratégico em suas escolhas, sempre levando em consideração:

  • A quantia que pretende investir;
  • O período que está disposto a esperar para ter os lucros;
  • E os objetivos definidos para esse dinheiro.

Botão Quero Adquirir o Equilíbrio Financeiro

Redação Xpeed

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.