blog >>> Investimentos

Vale a pena investir em previdência privada? Conheça as vantagens deste produto!

por Redação 08/01/2022

Entre as diversas oportunidades de produtos existentes, o investidor pode ficar confuso na hora de escolher os mais interessantes para inserir no seu portfólio. Nesse contexto, uma das perguntas mais ouvidas no tocante ao planejamento financeiro é: “vale a pena investir em previdência privada”?

Essa opção de investimento é bem comum no setor bancário. Muito provavelmente você já deve ter recebido uma ligação do seu gerente fazendo uma oferta (muitas vezes não muito atrativa) de fundo de previdência.

Mas será que há boas vantagens nesse produto? Em tempos de reforma da previdência social, essa modalidade tende a se tornar ainda mais atrativa, principalmente, em um País onde 90% da população adulta não junta dinheiro para se aposentar com mais tranquilidade, segundo Relatório Global do Sistema Previdenciário.

Portanto, preparamos esse conteúdo para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema e decidir se vale a pena investir em previdência privada. Ficou curioso? Continue a leitura até o fim.

Vale a pena investir em previdência privada?

Para saber se vale a pena investir em previdência privada, é importante começar pelo seu conceito. Ela consiste basicamente em um investimento periódico em um fundo de seguridade cujo rendimento a longo prazo pode ser revertido em renda extra na aposentadoria ou para outra meta específica.

O período de aportes geralmente é de no mínimo 10 anos. Ao chegar na data estipulada para recebimento dos valores, o saque pode ser de forma integral ou parcelada mensalmente de acordo com uma data combinada.

Muitas reclamações são feitas em relação aos fundos de previdência em virtude dos baixos rendimentos. Entretanto, o retorno desse produto não é muito diferente dos oferecidos por outros títulos de renda fixa, como o Tesouro Direto, CDB, LCI, entre outros.

Inclusive, a rentabilidade mais baixa possui as contrapartidas positivas de um investimento conservador: maior previsibilidade e segurança.

Portanto, diante da sua proposta, saber se vale a pena investir em previdência privada depende muito de sua estratégia. Se você quer retornos de curto ou longo prazo, dos outros produtos que compõem sua carteira de investimentos, etc.

Abaixo separamos algumas vantagens e desvantagens desse segmento para que você entenda melhor. Vem com a gente!

Vantagens de investir em previdência privada

Além das já mencionadas seguranças e previsibilidade, existem algumas vantagens da previdência privada que as diferencia de outros fundos de investimento e de ativos de renda fixa.

Dentre os principais benefícios dessa modalidade, podemos enumerar:

  • Flexibilidade de portabilidade para outras gestoras e instituições
  • Liquidez e possibilidade de saque antes do tempo estipulado, porém com Vulnerabilidades a perdas
  • Dedução no Imposto de Renda de acordo com os valores dos aportes e limitado a 12% da renda anual, caso seja optante pela previdência PGBL
  • Forte diversificação de produtos que contempla investidores perfil conservador, moderado e arrojado
  • Sem cobranças antecipadas no IR, como acontece semestralmente em outros fundos. A incidência da alíquota de 10% do Leão só ocorre na hora do saque (em todo o montante para optantes do modelo PGBL e só na rentabilidade para os optantes do VGBL).
  • Isenção do imposto sobre herança, pois o produto funciona como um fundo de seguridade e não possui as obrigações comuns a outros ativos.

Portanto, vale a pena investir em previdência privada em virtude de vários benefícios e particularidades. Entretanto, há algumas desvantagens que devem ser levadas em consideração. Vamos a elas no próximo tópico!

>> Quer conhecer mais vantagens da previdência privada? Confira o conteúdo do canal Investimento às Claras:

Desvantagens de investir em previdência privada

Quando se fala em previdência privada, as principais críticas repousam nas taxas de administração e de carregamento. Além disso, há tá também quem reclame da baixa rentabilidade frente a outros ativos mais voláteis da renda variável, como as ações e os fundos de investimento imobiliário.

Entretanto, esses dois fatores precisam ser melhor explicados antes de serem vistos como uma mera desvantagem. 

As taxas de administração, por exemplo, são os valores pagos pelo cliente que cobrem o custo de gestão e custódia do fundo de previdência. Já as de recarga dizem respeito àquilo cobrado quando é feito um aporte no fundo.

O problema, nesse caso, não é a existência das cobranças em si, mas sim quando elas são abusivas e corroem a rentabilidade do seu investimento. Por exemplo, produtos oferecidos por bancos são famosos por oferecerem taxas que visam interesses comerciais próprios e não pensam no retorno do cliente

Por isso, pode valer a pena investir em previdência privada disponíveis em corretoras ou intermediadores financeiros isentos. Escolhendo esse caminho, você terá acesso a opções especialmente selecionadas para você e ausente de interesses corporativos.

Já quanto à rentabilidade, como já mencionamos, ela é semelhante a de outros produtos de renda fixa. Há muitos investidores que estão interessados em ativos mais arrojados e voláteis que trazem maiores rendimentos a curto prazo, porém que demandam um estudo e acompanhamento mais profundos.

Entretanto, para quem busca previsibilidade a longo prazo, essa desvantagem praticamente não existe.

Afinal, vale a pena investir em previdência privada? Descubra seu perfil de investidor

Portanto, entre vantagens e desvantagens, objetivos estratégicos e perfil de investidor, vale a pena investir em previdência privada sim!

No final das contas, o importante é sempre entender como essa alocação de recursos na sua carteira está bem equilibrada com seus outros aportes. Uma dica essencial , por exemplo, é não fazer investimentos em um fundo de previdência sem ter uma reserva de emergência sólidas em outros ativos com liquidez diária.

Afinal, a previdência privada é uma alternativa para colher os rendimentos na aposentadoria ou para objetivos de longo prazo. Assim, quanto mais você mexe de forma rotineira, mais perdas você estará exposto.

>> Aprenda como montar sua reserva de emergência? Confira o vídeo exclusivo do canal Investimento às Claras:

Portanto, quer adquirir o conhecimento necessário para otimizar e diversificar sua estratégia de investimentos? 

A Escola de Investimentos da Xpeed pode te ajudar a entender a dinâmica do mercado financeiro e guiar seu caminho para escolher os melhores produtos de acordo com suas características de investidor.

Dê mais um passo em direção a sua liberdade financeira!

>> Conheça o curso sobre renda fixa da Xpeed School e aprenda a investir com maior previsibilidade:

Imagem da campanha de um curso online sobre "Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco" da Xpeed School.

Redação

>>> Newsletter

Informações, novidades e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.